Ainda que pareça uma tarefa simples, escolher um nome para meu negócio é um desafio e tanto para milhares de pessoas. Trata-se de um dos aspectos mais importantes da construção de uma empresa.

É pelo nome que ela será identificada por todos os seus clientes. Assim como, poderá executar suas atividades legalmente, por exemplo.

Além disso, a definição do nome está estritamente ligada com a força que a marca poderá obter em seu segmento. Então, não pode ser um nome qualquer, mas sim criativo, impactante e que represente com clareza quem é a empresa e aquilo que ela faz.

Dessa forma, será mais fácil atrair, engajar e converter clientes à ideia que o negócio vende. Justamente por toda essa importância que envolve a criação de um nome para meu negócio, muitos empreendedores encontram dificuldades para escolher o ideal.

Por isso, separamos algumas dicas valiosas para ajudá-lo a ter mais sucesso na busca por um nome adequado para o projeto da sua empresa.

Tenha uma excelente leitura!

 

Nome para meu negócio: a importância de escolhê-lo com cuidado

Antes de mais nada, vamos destrinchar mais um pouco sobre a importância de escolher um nome para meu negócio. Isso porque, é comum que muitos empreendedores desconheçam o quanto essa decisão significa para sua empresa.

De modo que, o escolhem indevidamente por conta da falta de atenção dada a um processo tão essencial. Basicamente, o nome de um empreendimento cumpre o papel de diferenciá-lo dos demais, como acontece quando pais nomeiam seus filhos.

Porém, além de distinguir uma marca para outra, o nome escolhido tem outras funções para o negócio, incluindo:

  • posicionamento da marca;
  • atrair clientes;
  • branding.

Em outras palavras, um bom nome simboliza um posicionamento forte da empresa no mercado. É um componente fundamental da criação da identidade da marca, do que ela representa na perspectiva dos consumidores. Sendo determinante para o sucesso do projeto.

Por exemplo, um nome de fácil entendimento e pronúncia, que representa a identidade e o propósito do negócio, e mostra-se atrativo, terá uma grande possibilidade de cativar seus potenciais clientes.

O ponto é: quanto mais agradável for o nome para meu negócio, em termos de criatividade e representatividade, mais chances você terá de despertar o interesse das pessoas para acompanhá-lo.

Sobretudo, porque este é um dos primeiros contatos que a empresa tem com o consumidor. Assim, você precisa ter extremo cuidado para selecionar o nome que vai representar a visão, valores e missão da empresa. Essa decisão perdurará por décadas e mais décadas.

E se não for boa, poderá prejudicar o crescimento da empresa. Ou seja, ainda que pareça um pequeno detalhe, tal ação pode culminar em grandes problemas.

 

9 dicas para ter mais sucesso na escolha do nome para meu negócio

Dito isso, veja abaixo 9 dicas valiosas para ter mais sucesso na escolha do nome para meu negócio. Há várias ações que podem aproximá-lo do nome ideal. Nesse sentido, reunimos algumas das principais delas para ajudá-lo nesse processo tão importante para sua empresa. Acompanhe! 

1. Reúna informações relevantes

Para criar um nome para meu negócio, a princípio, será necessário que o empreendedor reúna algumas informações relevantes em relação a marca, como, por exemplo:

  • persona;
  • esteira de produtos ou serviços;
  • diferenciais;
  • concorrentes;
  • metas.

A ideia é trazer clareza para esse processo, colocando na mesa tudo o que envolve o projeto. Para que só então você comece efetivamente a procura pelo nome ideal. Sendo assim, será bem mais fácil fazê-lo.

Perceba que, criar um nome para seu negócio está bastante relacionado com a pesquisa. Primeiro você faz uma busca de informações para depois dedicar-se a escolha do nome. E esse mesmo senso está na maioria das outras dicas dessa lista. Veja só!

 

2. Faça um brainstorm

Ao contrário do que muitos pensam, criatividade não é começar algo exatamente do zero. De acordo com Murilo Gun, professor brasileiro de criatividade e fundador da Keep Learning School, o processo criativo nada mais é do que combinar duas ideias existentes para desenvolver uma nova.

Nesse sentido, o brainstorm (tempestade de ideias) é uma técnica que pode te ajudar ― e muito ― na tarefa de criar um nome para meu negócio. Muitas empresas utilizam o brainstorm como forma de estimular a criatividade da sua equipe de colaboradores.

Basicamente, é feita uma reunião com todos os integrantes para que eles exponham suas ideias sobre determinado tema, sejam elas boas ou ruins. O ambiente é descontraído e busca somar todas as ideias apresentadas para criar soluções.

No entanto, o conceito do brainstorm pode ser aplicado nos mais variados contextos. Inclusive, para criar um nome para meu negócio. Neste caso, você pode realizar uma vasta pesquisa na internet ou com dados que já possui. Seja com for, o objetivo será buscar referências e registrar quaisquer ideias que surgirem durante essa atividade.

 

3. Produza uma lista de palavras

Além do mais, é interessante que você produza uma lista de palavras. Ou seja, toda palavra que você encontrar ou ouvir que tenha alguma relação com a escolha do nome para meu negócio, você deverá anotar.

Essas associações pouco a pouco vão abrir sua mente, fazendo-o pensar cada vez melhor sobre o nome ideal para o projeto.

Aliás, vale ressaltar que você não pode ter tanta pressa para definir o nome. Fazer essa ou outras dicas de forma acelerada, não trará o efeito que poderia trazer. Pelo contrário, tornará o processo mais lento e difícil.

Então, faça cada atividade respeitando o tempo que a ideia levará para amadurecer. Nada se cria do dia para noite e na criação do nome para meu negócio essa máxima continua válida.

 

4. Lembre-se do posicionamento da empresa

Um erro comum cometido por empreendedores é colocar um nome no negócio que não dialoga com aquilo que a identidade e propósito da empresa. Quando na verdade, o nome escolhido deve relacionar-se diretamente com a atividade principal do projeto. Isso porque, caso os consumidores não conheçam a marca, eles vão saber do que se trata somente pelo nome.

Desse modo, lembre-se do posicionamento da empresa para definir o nome do meu negócio que seja coerente, com o intuito de facilitar a interação com seus potenciais clientes. Por exemplo, uma empresa de tecnologia que chama-se “Tec Inovações” ou uma loja de brinquedos que tem o nome “Centro dos brinquedos”, deixam claro o que é comercializado por tal estabelecimento.

 

5. Tenha cuidado com palavras indevidas

Como vimos no tópico sobre a importância de escolher um nome para meu negócio com cuidado, essa decisão é fundamental em termos de crescimento da marca. Entretanto, ela pode reverberar de maneira negativa caso o nome escolhido não seja bom e ainda mais quando o empreendedor utiliza alguma palavra indevida.

Em função disso, atentar-se a qualquer associações indevidas é imprescindível na hora de escolher o nome para meu negócio. Inclusive, empreendedores devem observar qualquer ambiguidade ou conotação negativa que as palavras escolhidas apresentam.

Isso pode evitar grandes problemas para o negócio, porque cometendo algum erro nesse sentido, pode acontecer que a marca fique conectada para sempre a uma imagem pejorativa na visão do público ou até mesmo sem credibilidade. E nem precisamos dizer o quanto tal coisa é prejudicial para o empreendimento, não é?

 

6. Não siga nenhum modismo

O nome que está na moda hoje, pode não estar amanhã. Por isso, você não deve seguir nenhum modismo do momento para criar o nome para meu negócio. Seja expressões de personagens de filmes e séries ou até mesmo comuns de empresas utilizarem.

Por incrível que pareça, existem casos em que empreendimentos seguiram a moda e colocaram nomes que hoje parecem não fazer sentido ou serem saturados pela quantidade demasiada de nomes semelhantes.

Como empreendedor, você deve pensar a longo prazo. Toda moda que está em alta nos dias atuais, daqui algum tempo deixará de ser popular. Então não compensa realizar um processo tão importante para a empresa embasado em algo temporário. Certamente, há opções melhores de referências que podem ser aproveitadas para criar o nome para meu negócio.

 

7. Atente-se a pronúncia

O nome para meu negócio não é aquele que fica bom somente no papel, mas também que seja fácil de pronunciar. Alguns nomes de empresas levam os consumidores a gaguejar ou se atrapalhar com as palavras. E isso pode ser bem negativo à imagem do empreendimento.

Nomes difíceis de pronunciar acabam prejudicando a formação da identidade da empresa no mercado. Por não saber se está falando corretamente ou não os consumidores se sentem constrangidos e criam bloqueios emocionais contra o negócio.

Assim, você precisa evitar nomes que possuem sons estranhos na pronúncia, porque influenciam negativamente nos resultados da marca. Além disso, nomes em que a escrita e pronúncia não tem quase nenhuma harmonia também devem ser evitados.

Por exemplo, caso o potencial cliente só conheça a empresa em questão pelo nome e faça uma pesquisa para conhecê-la melhor, ele pode ter sérias dificuldades para encontrá-la pela falta de harmonia entre grafia e pronúncia. De fato, isso pode ser prejudicial para a imagem de qualquer negócio.

 

8. Pense no logotipo

Outra dica é pensar no logotipo para criar um nome para meu negócio. Trata-se de uma das partes mais essenciais da identidade de qualquer empresa. Às vezes, a logo é mais visualizada do que o próprio nome da marca. Por exemplo, os consumidores conseguem identificar produtos de empresas como Nike e Apple somente pelo símbolo característico de cada uma.

Dessa forma, é interessante que você pense em como o nome escolhido vai ser representado no logotipo, isto é, se será possível criar uma forte harmonia entre ambos. A identidade visual conta muito para o sucesso de uma empresa, porém ela precisa ser coerente com seu nome, facilitando a identificação da marca em vez de dificultá-la.

 

9. Seja simples, objetivo e impactante

Para criar um nome para meu negócio, é necessário abrir mão de qualquer complicação. Tenha em mente que você precisa ser simples, objetivo e impactante na construção do nome.  Ou seja, nada de escolher nomes extensos ou complexos demais. Isso porque, o processo de memorização dos consumidores será prejudicado com nomes assim.

Isso é mais relevante do que você imagina, porque existem diversas gigantes do mercado que adotaram essa mesma estratégia para selecionar o nome para meu negócio, como:

  • Google;
  • Twitter;
  • Facebook.

Dica bônus: Considere o registro de marca

Calma, ainda não acabou. Temos uma dica bônus para você. Ela é tão importante quanto as outras ou até mais porque o nome para meu negócio depende desse processo para que seja definido de fato. Estamos falando do registro de marca.

Registro de marca é um processo realizado pelo órgão INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Ele tem como objetivo dar ao titular do registro todos os direitos exclusivos sobre a marca em questão. De modo que, ninguém pode utilizá-la a não ser com a permissão do detentor do sinal definido.

Nesse sentido, há vários nomes de empresas que já foram registrados junto ao INPI. E o nome para meu negócio escolhido pode já pertencer a outro empreendimento.

Então, conforme escolher o nome, você precisa pesquisar o quanto a disponibilidade do nome diretamente no INPI. Muitos negócios deixam esse processo de lado, alegando que depois vão fazê-lo.

Porém, utilizar o nome de outro estabelecimento é muito prejudicial para qualquer empresa. Para se ter uma ideia, com a denúncia do titular, você teria que deixar de utilizar a marca e pagar uma multa pelo uso inadequado. Assim, é necessário ter todo o cuidado do mundo para não cometer esse erro.

 

Conclusão

Por fim, agora você já sabe como ter mais sucesso na criação do nome para meu negócio. Como vimos, é uma decisão muito importante para qualquer empresa, porque envolve desde aspectos do marketing da empresa, até questões legais, como o registro de marca.

E fazê-la considerando nossas dicas vai facilitar bastante esse processo no seu empreendimento!